COMO FUNCIONA

O QUE FAZEMOS:

 1º Primeiro – (GSP´s – Grupos de Suporte Psicossocial)

– Cada vítima/acolhido tem um grupo whatsapp para suporte psicossocial do mesmo, e cada grupo tem 1 Agente de Atendimento, 1 Psicólogo(a), 1 Assistente social e em alguns casos 1 Advogado(a).

– O acolhido passe primeira por uma triagem com eles para depois ser conectado a voluntários, lares afetivos, acolhedores ou casas de acolhimento mais próximos.

2º Segundo – (Voluntári_s & Padrinh_s) 

Verificamos em nosso sistema de cadastrados, se temos uma pessoa voluntária mais próxima para apoiar a vítima junto com a PaisAfetivos, se não temos pedimos a ajuda dos voluntários nas redes para encontrar voluntários próximos ao acolhido.

3º Terceiro – (Pais Afetivos) 

– Conectamos a vítima a um lar afetivo, acolhedores ou casa de acolhimento mais próximos, em último caso um abrigo ou orfanato.

4º Quarto – (Acompanhamento)

– Acompanhamos inicio, meio e fim dos casos, recolhendo dados e documentos por motivos de segurança para os Acolhidos, para os Acolhedores e para a Fundação PaisAfetivos.

– Fazemos os relatórios do acolhido e entregamos para os acolhedores dos acolhidos a todo momento do processo até o acolhido estar estável e independente.

LOCAIS DE ACOLHIMENTO:

O que será a Casa PaisAfetivos:

– Sedes da PaisAfetivos por País com quartos de acolhimento emergencial. Será um espaço de empoderamento, cultura, mobilização social, fortalecimento de papéis, produção de conteúdo e conscientização da população em relação às práticas de respeito cidadania e empatia.

– Atendimento Online 12 horas por dia 6 dias por semana para voluntários e outros.

– Atendimento Psicossocial Online 24 horas por dia 7 dias por semana para pessoas da diversidade que são expulsas de casa ou que não se sentem amadas pelos os pais ou responsáveis.

– Atendimento Físico 8 horas por dia 6 dias por semana para encontros, rodas de conversas, palestras, cursos, e acolhimento emergencial.

– Teremos quartos de acolhimento emergencial na sede SP para acolher temporariamente as vitimas do Brasil antes de conecta-las as pessoas em potencial dispostas a acolhê-las. 

Lares Afetivos:

– Para famílias que querem transformar uma ou sua própria casa em um lar afetivo de acolhimento para 2 vítimas ou mais.

Acolhedores:

– Para quem quer ser um de uma pessoa expulsa de casa ou não amada, será conectada a vítima mais próxima.

Casas de Acolhimento:

– Organizações especializadas em acolhimento de pessoas em situações de vulnerabilidade.

⬇ VOCÊ PODE SER: ⬇

?Influenciador(a) da PaisAfetivos: Colaborar na criação e divulgação de fotos e videos, curtidas e comentários.

?Voluntário(a): Apoiar às vítimas perto de você, ser amigo(a), ser olhos e ouvidos da PaisAfetivos.

?Padrinho ou Madrinha/es: Acompanhar fisicamente um ou + dos nosso acolhid_s perto de você. 

?Acolhedor(a) temporário(a): Hospedar provisoriamente uma vítima por 1 noite a 3 meses.

?Acolhedor(a) afetivo(a): Vincular afetivamente uma vítima na sua família.

?Lar Afetivo: Transformar uma ou sua própria casa em um Lar Afetivo de acolhimento para 2 ou mais vítimas.

?Apoio Psicossocial: Voluntariar como parceiro/a psicólogo(a), assistente social ou advogado(a).

?Parceiro(a): Aportar no nosso trabalho a partir do teu conhecimento, profissão ou empresa.

?Organizações: Conectar sua empresa ou ONG a ponte da Pais Afetivos.

?Produtor: Divulgar oportunidades de trabalhos pelo Brasil no nosso Grupo WhatsApp.

?Doador(a): Doar qualquer valor para fins de contribuir com todos os projetos da ONG.

?Patrocinador PaisAfetivos: Doar mensalmente e participar do nosso conselho de aliados.

Você pode ser voluntárix em qualquer lugar do mundo:

Junte-se à nossa rede de voluntáries contribuindo com seu tempo, talento e inspire outros a fazerem o mesmo.

 – As vagas são remuneradas?

Não, as vagas são para trabalho voluntári_!. Atualmente, todos os membro da PaisAfetivos são voluntári_s, de atendentes a diretores. entretanto, estamos trabalhando para em breve abrir um escritório físico em São Paulo e assim fazer as contratações remuneradas necessárias. Caso o trabalho voluntário não seja do seu interesse, fique de olho na nossa página para possíveis novas informações.

– Qual o comprometimento de uma pessoa voluntária ?

Um pessoa voluntária precisa de ter compromisso com as demandas as quais assumir, mas poderá em decorrência do não cumprimento das responsabilidades, ter título da função de Voluntári_ PaisAfetivos sujeito a ser oferecido para outra pessoa apta a cumprir a missão.